Páginas

domingo, 8 de janeiro de 2012

base de vida

há coisas inexplicáveis. a pulsação sempre acelerada quando estou contigo. quando te beijo, sinto uma coisa qualquer na barriga, e algo me diz que tudo o que sinto agora não é temporário, nem uma passagem. é algo que veio para ficar, durante muito tempo. é tudo perfeito, mesmo com discussoes. estás comigo, é isso que importa. desculpa, e um grande obrigada por me fazeres, de novo, realmente feliz. já não sei o que é sentir dor, já não sei qual a sensação precisa de se estar desiludido. estou apenas com uma felicidade que me corre pelo corpo, como uma forma de energia para continuar a enfrentar tudo e todos por ti, por nós. não sei o que fizeste, mas apaixonaste-me por completo. entreguei-te tudo o que tenho. compreendes-me bem, ás vezes bem demais. os meus olhos transparecem contentamento. já viste o que me fizeste? roubaste o meu coração. amo-te, mesmo.