Páginas

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

soul mate . (never found)

entreguei-me da maneira mais simples possivel . dei-me a conhecer . é apenas a realidade, e essa não a posso mudar, pois já fiz o que tinha de fazer, mesmo que esteja errado . foi o que decidi, e o tempo não volta . gostava de ter tido mais cuidado comigo mesma em vez de pensar em ti primeiro . mas de qualquer maneira, não é grande arrependimento para mim ter feito tudo por ti, e ainda o fazer, dentro dos meus possiveis . 
podia agradecer a Deus por teres aparecido na minha vida . não o faço, e sabes porque? destino não depende de Deus, depende de nos mesmos . tu apareces-te e nunca mais sais-te, por isso hoje me dedico a ti (mais uma vez) para escrever, e deitar mágoas fora . coisa que já ha que tempos que não fazia, e talvez hoje é apenas uma manifestação do meu coração, dizendo-me que preciso de fazer isto, preciso de falar de ti ao mundo, mesmo que não dê o teu nome a conhecer a todos os que vão ler este pequeno excerto da historia da minha vida, da historia do meu coração . quero fazer parte da tua vida . mesmo que isso implique o meu sofrimento . quero a tua felicidade, e vi hoje que ela existe . existe a pessoa que faz a tua felicidade crescer de dia para dia . que cada passo que dás junto a essa pessoa, é um passo da tua vida . é um passo de caminho para o futuro . esse que eu pareço já não fazer parte da maneira que mais queria . pois essa pessoa ocupou o meu lugar . 
apesar de fazeres a minha felicidade, fazes a minha tristeza . sinto-a hoje, da maneira mais sentida, da maneira mais forte, mas sinto-me egoista ao sentir isto, pois é devido á tua felicidade, aquela que eu sempre desejei que existisse, que me mantenho triste, e em baixo . estranho, não é? o sentimento de "amar" está mais presente que nunca, desculpa, não o consigo mudar . 
mas, apesar disso, acho que não faz mal . mais uma vez, o destino veio intervir-se entre nos . eu encontrarei alguém, espero . alguém que me faça tão ou mais feliz quanto tu fizes-te . 
sorrir torna-se dificil, quando sei que te perdi . mas é o unico esforço que até hoje me pedis-te, sem o pedir . eu sei que também me queres ver feliz . e por isso continuo a amar-te, a respeitar-te como és, e a respeitar todas as tuas decisões .
nunca achei nenhuma lágrima minha deitada por ti um desperdicio, pois mereces isso e mais . amo-te como não amo ninguém, e estás acima de qualquer outra coisa, ou pessoa . 
sinto que te amo mais que nunca, mas não vale de nada . valeria, se fosse no passado . mas como já disse, o passado não volta, o tempo não anda para trás quando eu quero . e pensei que isto tudo que se passou entre nós fosse suficiente para te demonstrar que te queria do meu lado . posso-o ter mostrado, mas não serviu . deixar-te ir parece dificil, mas hei-de conseguir . és tu e a tua felicidade que estão em causa .   

Sem comentários:

Enviar um comentário