Páginas

sábado, 9 de abril de 2011

não quero fazer sentido. quero ser á minha maneira (...) nunca mais pensarei antes de agir, acabei de perceber que isso não me serve de nada.

                             SOU LIVRE, E FAÇO O QUE QUERO!         
                          
      

Sem comentários:

Enviar um comentário